Gabinete de aconselhamento agricola.

A Novagro dispõe de um gabinete de apoio e aconselhamento ao agricultor.

Contacte-nos: Telef / Phones:  227210437 / 913981705 
Emails: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. - Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

A NOVAGRO NO FACEBOOK . 

 

LIKE NOVAGRO LDA no Facebook :-)  

SECTOR DA AGRICULTURA DEVE CRESCER 6,7 PORCENTO ATÉ 2016/2017, SEGUNDO OGE

Exmº Ministro Afonso Pedro Canga

O sector das Pescas reviu em baixa a taxa de crescimento para 2015, ao passar de 7,4 % revistos no PND 2013/2017, para 1,7 em resultado do contexto económico actual.

O sector da agricultura deve crescer a uma taxa de 6,7 %, contra os 11,3 previstos no Plano Nacional de Desenvolvimento (PND) 2013/2017, anunciou Angop.

A previsão foi feita segundo a perspectiva de crescimento para o sector, emanada no Orçamento Geral do Estado (OGE) 2016 revisto. Também refere que o crescimento no sector não petrolífero é resultado da combinação de desenvolvimento positivo esperado nos sectores da energia (19,9), agricultura (3,3), pescas (1,7), construção (1,3) e crescimento negativo nos sectores dos diamantes (-0,2), indústria transformadora (-2,1) e serviços mercantis (1,5 %).

O actual nível tecnológico da agricultura nacional e a grande contribuição da agricultura familiar torna-o muito dependente das oscilações climáticas e da distribuição de inputs (sementes, utensílios de produção e fertilizantes), que afectam consideravelmente os resultados apurados, bem como as projecções.

O sector das Pescas reviu em baixa a taxa de crescimento para 2015, ao passar de 7,4 % previstos no PND 2013/2017, para 1,7 em resultado do contexto económico actual.

O Orçamento Geral do Estado para o ano 2016 Revisto foi aprovado pelo parlamento angolano, durante a V reunião plenária Extraordinária da Assembleia Nacional, orientada pelo presidente daquele órgão de soberania, Fernando da Piedade Dias dos Santos.

_________________________________

Angola propôs esta quinta-feira, em Tunis, a capital da Tunísia, que a Agricultura Familiar continue na agenda dos estados membros da FAO e que seja levada à discussão na próxima Conferência Regional da organização, para África, a ter lugar em Abidjan (Côte d'Ivoire) em 2016.

A proposta, já acolhida, foi apresentada durante a 28ª  Conferência Regional da FAO, na qual Angola toma parte com uma delegação chefiada pelo Ministro da Agricultura, Afonso Pedro Canga, refere uma nota de imprensa a que a Angop teve acesso hoje sexta-feira.

Sob proposta de Angola  as "Alterações Climáticas  e o seu impacto na agricultura" mereceu, igualmente, a aprovação para a ordem do dia, nas próximas conferências. No discurso de abertura da reunião ministerial, o director geral da FAO, José Graziano da Silva, citou Angola como um dos 60 países em desenvolvimento, no mundo, que já alcançaram a meta de redução da fome delineada como um dos primeiros objectivos de Desenvolvimento do Milénio.

Em Março a Novagro Lda em Angola deu um salto importante com a apresentação deste novo website. Este será o portal de comunicação entre os agricultores e empresarios que precisem contactar a Novagro online e no terreno em toda a Angola. www.novagro-angola.com . Estamos o vosso dispôr: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Luanda – A Feira Internacional de Luanda (FILDA) tem servido de veículo para que a Empresa angolana de Comércio de Produtos, Materiais e Equipamentos Agrícolas “Novagro” consiga angariar novos clientes, disse hoje (sábado), em Luanda, o gerente da firma, Luís Andrade.

Em declarações à Angop, na FILDA, o gerente da Loja “Novagro do bairro Cruzeiro”, Luís Andrade, considerou que as participações da empresa no evento tem resultado em “ganho com o aumento da carteira de clientes e da venda de produtos, fruto do empenho da direcção, a qual preocupa-se não só com as vantagens comerciais, mas sobretudo com a satisfação do cliente”.

Nas edições anteriores em que a firma participou, continuou, a Novagro apresenta aos demais feirantes e visitantes a potencialidade da empresa, tendo esclarecido que este ano o crescimento da empresa, traduzido no aumento das suas agências comerciais em mais sedes municipais, constitui um dos principais cartões de visita no certame.
Luanda – A Feira Internacional de Luanda (FILDA) tem servido de veículo para que a Empresa angolana de Comércio de Produtos, Materiais e Equipamentos Agrícolas “Novagro” consiga angariar novos clientes, disse hoje (sábado), em Luanda, o gerente da firma, Luís Andrade. Em declarações à Angop, na FILDA, o gerente da Loja “Novagro do bairro Cruzeiro”, Luís Andrade, considerou que as participações da empresa no evento tem resultado em “ganho com o aumento da carteira de clientes e da venda de produtos, fruto do empenho da direcção, a qual preocupa-se não só com as vantagens comerciais, mas sobretudo com a satisfação do cliente”. Nas edições anteriores em que a firma participou, continuou, a Novagro apresenta aos demais feirantes e visitantes a potencialidade da empresa, tendo esclarecido que este ano o crescimento da empresa, traduzido no aumento das suas agências comerciais em mais sedes municipais, constitui um dos principais cartões de visita no certame.